Reflorestamento

A atividade florestal iniciou com o plantio de eucalipto em áreas com baixa aptidão agrícola. De início a intenção era suprir a demanda de lenha dos secadores nas propriedades do Grupo.

Esta atividade ganhou força dentro do Grupo a partir de 2007 quando foi verificada a crescente demanda por madeira para energia, processo e serraria. Por estar o Grupo localizado em uma região que possui várias indústrias consumidoras de madeira, os investimentos foram intensificados e a atividade profissionalizada.

O Grupo possui áreas de eucalipto e pinus, principalmente na região de Rio Branco do Sul, Jaguariaíva e Castro.

O reflorestamento tornou-se uma parte importante do Grupo. A atividade possibilita um melhor aproveitamento das áreas, diversifica a produção e em alguns casos está integrado com a pecuária.